sábado, 10 de janeiro de 2009

Sábado de Sol . . .

18 anos feitos no Verão... 18 anos!
Dia solarento de Inverno. O dia pedia "Aproveita-me! Usufrui-me". Para os de 18 ou para os de 68 anos o dia grita o mesmo.
Sai de casa, sorri ao namorado que a espera já em cima da mota. O capacete passa de debaixo do braço para a cabeça. A viagem começa.
O frio que se faz sentir não impede nem diminui o prazer de estar em cima da 4 1/2 !
120? Não... sabe a pouco!
Com os braços enrolados nele sente-se segura. Ele, com as mãos no guiador, sente a tentação de esticar o limite!
150. . . Sabe bem!
190. . . o máximo! Eles querem mais!
220. . . Adrenalina bem no auge!
Dos 220 não passam! Os braços dela já não estão no corpo dele. As mãos dele já não estão no guiador. A mota já não existe! Ele também não!
Morte Imediata! E tudo acabou ali. . . para ele é certo!
Traumatismo múltiplos. Coma. Coluna desfeita. Paraplégica sem dúvidas . . . Sobrevive? A grande dúvida.
Respirar sozinha não consegue! Não há nada a fazer... só esperar... esperar para morrer ou para viver... e se for para viver... em que condições?
Na sala está a mãe; está a irmã mais nova; está a irmã mais velha; está o pai.
A mais nova não larga a mãe! Apara-lhe cada lágrima. Recusa-se a largar o saco de roupa que a enfermeira lhe entregou. Provavelmente a última roupa que a irmã irá vestir. Rasgada. Cortada. Ensanguentada.
A mais velha olha no vazio e nem se apercebe que as lágrimas não param.
O pai. . . o pai não reage! Está de olhos abertos, olha mas não vê. Não vê as filhas, não vê a esposa, não vê os restantes, não vê esperança. Não vê, ainda, o que realmente se passa. Ainda ninguém vê!
Ela... ela está com um ar sereno. Está só coberta por um lençol mas o sangue é tanto, os tubos são tantos, as máquinas que a rodeiam são tantas que, apesar de serena, parece pesada!
Assim foi...um sábado que prometia ser solarento... acabou em tempestade.
Num segundo ele era... num instante deixou de ser... para sempre.
Num segundo ela era... num instante já não se sabe sequer se é... se será...

1 comentário:

  1. SOU EU SIM PAH!!
    BLOGAR na blogesfera
    hehe tá giro bons textos, continua

    ResponderEliminar

Simplicidades